Receba meus melhores conteúdos sobre Empreendedorismo e Marketing

Quanto uma empresa deve investir em publicidade e propaganda?

Esta é uma das perguntas que a maioria dos empreendedores fica na dúvida: Quanto uma empresa deve investir em publicidade e propaganda? Primeiramente cada tipo de negócio tem suas singularidades, mas o cálculo para se chegar a um valor de investimento mensal, semestral ou anual, é peculiar. Antes de tudo o importante é ter a consciência de que se você não investir em propaganda, você estará deixando de vender o seu produto ou serviço para um número muito mais expressivo de consumidores.

Para definir o valor ao certo, cabe ao departamento financeiro juntamente com a administração geral da empresa e a agência de publicidade, avaliarem qual montante do fluxo de caixa pode ser reservado para tais fins. É fundamental que a decisão seja embasada nos objetivos de comunicação da organização, sejam eles na manutenção periódica da divulgação ou no lançamento de um novo produto/serviço que demanda um investimento extra.

Quem não é visto não é lembrado

Há duas situações; 1ª Uma nova empresa se implantando no mercado; 2ª Uma empresa já estabelecida. Na primeira situação o investimento deverá ser maior por questões como a construção de imagem e posicionamento da nova marca na mente do consumidor. Na segunda situação já temos uma marca que está previamente estabelecida e possui clientes fidelizados. O que quero deixar claro é que na primeira situação o investimento em marketing é diferente. Ao tomar a decisão de abrir um negócio, você deve destinar parte do capital social para o marketing inicial da empresa, tanto para as questões básicas como o design, identidade visual, papelaria básica e etc, como também para a sustentação da divulgação por determinado período até que o fluxo de caixa esteja em um patamar estável.

Como calcular o investimento em publicidade

Para as pequenas, médias ou grandes organizações, o que recomendamos é investir um percentual do faturamento bruto. Este número varia de empresa para empresa de acordo com o universo do negócio. Os valores podem variar de 2% a 5%, não existe uma fórmula padrão, mas o que constatamos é que na maioria das empresas de sucesso essa formula é aplicada sistematicamente mês após mês.

Para uma empresa que tem faturamento bruto mensal de 100 mil reais, os 5% equivalem a 5 mil. Já para uma empresa que fatura 10 milhões este número chega a 500 mil. Conclusão: Ambas terão objetivos específicos de marketing bem distintos, são cenários diferentes.

Definir a verba para a publicidade é tão importante quanto analisar quais os custos que um produto ou serviço terá. Portanto, calcule o investimento necessário da divulgação (agência, embalagem, merchandising, pontos de venda, campanhas, mídia e etc.) no momento de avaliar a implantação de um novo serviço ou a fabricação de um novo produto.  Só o marketing é capaz de agregar valor ao produto/serviço e conseqüentemente alavancar as vendas.

Se sua empresa ainda não tem o costume de destinar parte do faturamento para o marketing, comece já o quanto antes. Separe na coluna de investimentos, nunca junto com os gastos, pois a propaganda é uma forma de multiplicar o capital do negócio. E é para isto que você abriu a empresa, para ter lucro. Portanto, faça o teste, comece com 2% e logo perceberá que aumentar este investimento é retorno na certa, retorno que virá no caixa da empresa no médio ou longo prazo.

Conclusão

Separe uma porcentagem do lucro de cada operação ou do faturamento mensal (2%, 5% ou até 10%) e invista no marketing sistematicamente. Assim seu negócio terá uma projeção de crescimento em escala: Quanto mais vender, maior será a verba para o marketing e, quanto mais se trabalha o marketing, mais se vende.

DEIXE UM COMENTÁRIO